Category Archives: Mitos e verdades

Mitos e verdades sobre o Novo Fies

O Novo Fies deixou alguns estudantes com dúvidas sobre como aderir ao financiamento. Entenda as principais dúvidas

Janeiro chegou e junto com ele é hora da divulgação dos resultados do Enem. Com a nota em mãos, jovens de todo o Brasil poderão se cadastrar para uma vaga no ensino superior. Mas, com as novas regras do Fies sancionadas em dezembro, muitos têm dúvidas. Por isso, o PRAVALER, maior programa de crédito universitário privado do País, preparou uma lista para esclarecer as principais questões dos jovens que pretendem entrar na graduação neste semestre usando o financiamento estudantil.

Mito ou verdade?

  • Só no Fies1 há opção de juro zero? O FIES1 é Juro zero, mas é destinado unicamente para estudantes com renda familiar de três salários mínimos por pessoa e as vagas são limitadas a 100 mil estudantes;
  • Todos os estudantes podem contar com o Fies? Estudantes que concluíram o ensino médio e realizaram o Enem podem participar, desde que tenham nota mínima de 450 pontos no exame e suas redações não tenham recebido nota zero, além de ter renda máxima por pessoa de cinco salários mínimos. Para solicitar, é necessário já estar matriculado em um curso de graduação presencial de instituição de ensino que tenha aderido ao Fies;
  • O novo Fies agora conta com a iniciativa privada? Além do governo, haverá financiamento de instituições privadas em 2018. Assim, é possível ampliar a oferta de crédito universitário. Como as vagas do FIES1 (público) são limitadas, o estudante precisa informar no SisFies que também tem interesse nas demais modalidades. Assim, se não conseguir o FIES público, poderá contar com outras opções de financiamento;
  • Estudantes de graduação na modalidade EAD podem solicitar o Fies. Apenas estudantes de graduação presencial podem solicitar o Fies;
  • Só é possível estudar com crédito estudantil juro zero por meio do Fies. Das vagas oferecidas, 100 mil terão juros zero, destinadas a estudantes com renda per capita de até três salários mínimos.

 

http://jornalperiscopio.com.br/

Ir para a barra de ferramentas