No próximo domingo, 29 de novembro 2015, 142.721 candidatos enfrentarão a primeira fase do vestibular mais concorrido do país: a Fuvest. Nessa reta final, poucos estudantes terão disponibilidade de analisar as estatísticas divulgadas no site da instituição e descobrir exatamente qual a relação candidato/vaga para seu curso. Para ajudar os vestibulandos nessa tarefa, o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, apresenta os dados específicos dos cursos que oferece.


Vale lembrar que há carreiras que disponibilizam diversas opções de cursos. Nesse caso, ao fazer a inscrição, é possível que um candidato assinale até quatro opções de cursos dentro de uma mesma carreira. Isso resulta em uma grande diferença na relação candidato/vaga para a carreira, para o curso, para a primeira opção e para a somatória das opções. Um exemplo interessante é o curso de Engenharia de Computação (carreira 765, curso 30), oferecido em parceira pelo ICMC e pela Escola de Engenharia de São Carlos. Esse é o curso mais concorrido do ICMC: considerando-se quem o escolheu como primeira opção, há 18,8 candidatos disputando cada uma das 50 vagas existentes. Mas se levarmos em conta a somatória das opções, como nessa carreira há mais duas opções – Engenharia Elétrica (ênfase em eletrônica) e Engenharia Elétrica (ênfase em sistemas de energia) – a relação candidato/vaga aumenta para 37.34.

Como isso pode ser possível? Vamos usar alguns princípios básicos da matemática para explicar a questão. Neste ano, 940 candidatos assinalaram o curso de Engenharia de Computação como sua primeira opção no vestibular da Fuvest (940/50=18,8). Mas há ainda 190 candidatos que colocaram esse curso como sua segunda opção e mais 737 jovens que o marcaram como a terceira opção. Portanto, para chegarmos à relação candidato/vaga dessa carreira, que é 37.34, precisamos somar todos os candidatos que a assinalaram (940+190+737=1867) e dividir esse número total por 50. 

Caso semelhante acontece com a carreira 790, em que existem 14 opções de curso à disposição do candidato, incluindo três cursos oferecidos pelo ICMC: o Bacharelado em Matemática Aplicada e Computação Científica; o Bacharelado em Estatística e o curso de Matemática (Bacharelado e Licenciatura). 

Mas há carreiras em que essa história é bem diferente. Vamos analisar o caso do segundo curso do ICMC mais concorrido no vestibular da Fuvest: o Bacharelado em Sistemas de Informação (carreira 810 – curso 67), cuja relação candidato/vaga chegou a 9,93. Como esse é o único curso existente na carreira 810 e o candidato não pode escolher mais do que uma opção de curso, a relação candidato/vaga é idêntica para a primeira opção e para a somatória de opções.

No gráfico a seguir, você pode visualizar as relações candidato/vaga por curso e por carreira de todos os cursos oferecidos pelo ICMC. Vale lembrar que, este ano, 30% das vagas – com exceção apenas de Engenharia de Computação – foram reservadas para o ingresso por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), o Sisu é o sistema informatizado no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).